sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Uma carta para mim mesma - De 10 anos atrás

{Respira fundo e escreva}

Olá Bianca, 

Estou escrevendo essa carta para te lembrar o quão leve e passageira a vida pode ser aos 15 anos. Agora, com 25 eu sei. Sei tantas coisas que há 10 anos atrás não sabia - ou pelo menos nem fazia questão de saber. Quando somos jovens o tempo parece efêmero. As horas não dão conta de tudo que queremos fazer, os minutos passam arrastados dentro de uma sala de aula, os dias correm nas nossas duas longas férias escolares. 
Agora mais velha eu sei. O tempo é precioso e não volta ja-mais. 

Talvez você tenha medo agora que tirou os óculos. Passou 15 anos da sua vida usando armação vermelhinha ou azulzinha, redonda, igual da Velma. Por isso ganhou apelidos - hoje em dia isso se chama bullying sabia? Chique. Mas não morreu por isso.
Naquela época você era magrinha  - parecia uma tábua de passar. Não morreu por isso de novo. Se soubesse o quanto hoje em dia essa barriga lisinha faz falta. Com 25 anos, a disposição para o combo aula-almoço-dormidinha-academia-curso de inglês não existe mais. E nem tempo para encaixar isso tudo. 

Você sofreu tanto por amor, né? Sempre paixões platônicas ou então as reais, que nunca eram como você queria que fossem. Por isso, aprenda: o príncipe não vem de cavalo branco e nem é o super star de uma banda famosa. O nosso príncipe você só ia conhecer dali há exatos dez anos mesmo. Mas calma minha filha, não precisa ficar nervosa e agoniada. Nessa trilha de anos você vai se divertir bastante! Vai amar ser solteira e a primeira vez que entrar na Baronetti com 18 anos, vai ficar feliz da vida. Mas não perca muito tempo nisso. É muita fila, empurra-empurra, vodka com red bull e ressaca no dia seguinte. Com o tempo você vai aprender que uma cervejinha num bom bar vale muito mais a pena. Aliás, anota aí: bares são um ótimo lugar para paquerar. Quem diria. 

Então, o amor é isso. Não sofra por quem não te merece. Você é mais forte do que imagina. Mas é exagerada e vai continuar assim sempre. Não há quem mude uma escorpiana. Quando ama: ama muito. Mas quando despreza, despreza o dobro. Você vai conhecer pessoas legais e outras nem tanto. Uns vão tentar fazer da sua vida um inferno mas você vai saber desprezar com classe e mandar um beijinho no ombro para os recalcados. Você é maior que qualquer dor de cotovelo, traição ou mensagens de sms não respondidas. Ah, em pleno 2014 tem esse tal de whatsapp que a gente consegue ver quando a pessoa recebeu e leu a mensagem. Perigoso para você, né?

Você tem sonhos de ser uma ótima jornalista. Sinto lhe dizer mas isso não vai rolar. Tira essa ideia de *profissão dos sonhos* da cabeça porque ela não existe. Ser a Fátima Bernardes nos dias de hoje não é uma coisa tão legal, vai por mim. Erga a cabeça para toda essa gente que diz que você não é capaz, afinal você repetiu 2 anos no colégio. Após 10 anos vai sambar na cara dessa gente, cheia de cursos e de alegria em saber que fez o possível e o impossível para ir atrás do seu sonho de estar formada. De beca e com tudo que teve direito, foi bonito! Por isso, não desanima. Se a matemática é um mistério para você, assuntos como história e literatura ainda permearão a tua vida por muitos anos. Que bom! Ninguém vive só de números nesse mundo. 

Por fim, queria dizer o básico: aproveite intensamente. Muitas pessoas importantes vão passar e sair da tua vida. Familiares, amigos, amores. Hoje após 10 anos o que fica é apenas o substancial e o necessário. Você vai aprender que um sábado sozinha em casa não é o desespero - é o descanso do corpo e da alma consigo mesmo. Vai aprender que família é mais que importante, é fundamental - serão eles que vão te apoiar, ouvir suas reclamações diárias, te fazer um miojinho quando você tiver fome as 3 horas da madrugada (sim, isso ainda vai acontecer bastante) e te amar verdadeiramente. Há momentos que não voltarão atrás nunca e ficarão apenas na memória - cada viagem ao Rancho Santa Mônica, cada mergulho perdido no posto 9, cada aula segunda-feira atrasada por causa de um pagode domingo, fotos na parede, copa do mundo de 2010, os intensos carnavais no Rio de Janeiro.
Ah, o carnaval! Vai aprender que não tem festa melhor do que essa. E que o Natal tem muito mais a ver com jogar conversa fora do que ganhar presentes. 

Suas amigas continuarão as mesmas do colégio, entrelaçadas e eternizadas na pele. Que delícia! Isso, pode comemorar a perpetuação do saudoso "PSM".
E o amor simples e verdadeiro chega. Chega sim, viu? Ele acalanta o coração e te faz sentir completa. Não espere aquele amor insano, isso é paixão passageira... O amor mesmo vem devagarinho num dia de domingo e numa boa sexta em casa agarrados vendo filme. Vai por mim. 


Não se preocupe com coisas bobas e com aquela velha questão "não tenho roupa para ir a festa hoje!". Isso tudo vai virar pó com o tempo... Talvez essa última nem tanto, mas tudo bem. Há coisas na vida mais importante do que isso e você só percebe quando já é um pouquinho tarde. Por isso aproveita bem essas dicas. A vida vai ser muito boa com você, tenha certeza. 10 anos depois espero por mais ainda 10 tão lindos como esse.

Ah, o último conselho de todos (juro!): Vai. E se der medo, vai do mesmo jeito.

Inspirado em: http://www.hypeness.com.br/tag/umacarta/ 

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Da semana: um ótimo livro e um filme nem tão bom assim (me julguem!)

Olá!

Não tem nada mais gostoso (depois da pizza do Mamma Jamma :p) que um banho de mar, uma boa leitura e uma noite de filmes com seu amor. <3
E falando nisso, meu findí foi recheado de todas essas coisas o tempo todo e queria dar duas ótimas dicas: O Silêncio da Chuva e O Lobo de Wall Street. 
Tanto para quem curte um filminho em casa e tem a preguicinha de ler... e tanto para aqueles que são old school como yo e amam o cheiro de um livro novinho.  

O Silêncio da Chuva, de Luiz Alfredo Garcia-Roza....
Posso dizer? um dos melhores livros que já li nos últimos tempos! Não poderia deixar de ser um suspense policial maravilhoso, afinal os melhores livros que li (e que sempre escolho para ler) são desse gênero. Para mim, não tem nada melhor que um livro que te instiga a ler por horas a fio e te dá um dó de ter que largá-lo quando acaba. 
Com "O Silêncio" não foi diferente! Li em menos de uma semana e fiquei apaixonada pelo autor. Luiz Roza (para os íntimos kkk) é um psicanalista que já deu aulas alguns anos na Ufrj e que também, vez ou outra, ataca de autor e criador do Detetive Espinosa. Talvez por ser da área da psicologia, ele saiba criar os personagens de uma forma tão "real", com sentimentos confusos e ambíguos, o que nos torna próximo deles e de seus conflitos pessoais. 

Nesse livro, o primeiro da série do Detetive, o crime de um jovem e rico executivo deixa o Rio de Janeiro e a 1a DP na Praça Mauá sem dormir. Ricardo é um executivo de uma grande empresa que é encontrado em seu carro, morto com um tiro na cabeça, no edifício Menezes Cortes. O crime, aparentemente um assassinato, não possui testemunhas, o que deixa Espinosa e seu parceiro Welber (coloquei ele aqui só para não focar apenas no detetive, mas Welber é apenas um personagem coadjuvante, tadinho! rs) rodando a cidade através de qualquer pistas que possam ajudar em esclarecer o que aconteceu. Só que o que os dois não esperavam, é que peças chaves desse crime começam a desaparecer misteriosamente e seus principais suspeitos aparecem mortos dia após dia... 

Achei o livro incrível pelo simples fato de ser no Rio de Janeiro! kkk tô brincando! Mas boa parte da minha simpatia pelo autor e a história é de poder vivenciar cada espaço da cidade,como se eu mesma também tivesse fazendo minhas andanças pela praça Mauá, bar Luiz, Cinelândia, metrô do Largo do Machado... te trás uma proximidade real, não é mesmo?
Fora que o detetive Espinosa é um tipo de cara que eu adoro como personagem: meio looser e sem segurança de si mesmo, daqueles que te fazem ter "peninha" por se achar tão down... hehehe. 
A leitura vale muito a pena! Comprei a edição de bolso na livraria da Travessa do Centro e foi R$24,00. Agora estou em busca de "Janelas de Copacabana" do mesmo autor, que já foi super indicado. :) Vou comprar para já, pois se tratando de Luiz Alfredo Garcia-Roza não tem como ser ruim... já virei fã! 


Capa da edição de bolso... que por sinal, achei muito mais bonita que a edição normal #fikdik


Sobre O Lobo de Wall Street....
Bom, esse sábado após um belo dia em Grumari <3, fomos assistir o tão aguardado The Wollf! Com meu muso Leo Di Caprio, eu tinha grandes expectativas no filme. Até porque além de ser um dos meus atores favoritos, ele está concorrendo ao oscar de Melhor Ator, então por aí você já sente o peso do filme né?

São 3 longas horas da história de um cara que aos 24 anos faz seu primeiro milhão na tão famosa e irreal Wall Street. Leo Di Caprio é Jordan Belfort, um cara que sai da sua pacata vida de casado para o mundo fantasioso e cheio de "sexo, drogas e rock'n roll" da bolsa de valores. Ele cria sua própria corretora de valores e passa a vender ações de empresas pequenas e "ruins" (ahm, como vou falar isso? sou leiga no assunto, mas o que entendi é de empresas que não dariam quase lucro!) para clientes mais ferrados ainda. A empresa vai crescendo e chega a tão famosa e sonhada Wall Street, com Jordan ganhando milhões em apenas um dia. Com isso, ele começa a ser investigado pelo FBI e sua tão sonhada vida de ryqueza vai por água a baixo. 


Olha, Leozinho realmente nunca decepciona! Amo quando ele faz personagens desse tipo: malandro, sedutor e inteligente! Acho que cai super bem nele, né? Vide "Prenda-me se for capaz". Mas o filme.... 

O filme tem 3 horas mas poderia ser contado em apenas 1 hora e meia que já tava bom! As cenas de sexo e mulheres peladas são totalmente over assim como as cenas de drogas... praticamente é cocaína por todas as mesas, vidros e superfícies lisas do filme hehe!Achei isso muito apelativo... 
Apesar da história ser real (alguém procede isso? cadê esse cara? não morreu de tanto enfiar canudo no nariz?! #tômázinha), acho que o roteiro não explora nada além do que já citei acima. Não tem nenhum momento climax e nenhuma lição de moral no final do filme. A não ser aquela típica: o FBI é foda e prende geral que é mau hauahuaha #piadinhainfame

Ou seja, se você tiver buscando um filme bom para te entreter, sugiro escolher "O Mordomo da Casa Branca" que é ma-ra-vi-lho-so e já está no NET Now, hein? O "Lobo de Wall Street", para mim, valeu apenas pelo Leonardo di Caprio e pelo cômico gordinho de Superbad (que está de-mais!). 


Adorei esse poster do filme ;)

Trailler e informações de profissionais sobre o filme, aka críticos: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-127524/trailer-19523099/ 


Minha meta é assistir todos os filmes do Oscar antes da big night! Será que vou conseguir?


Kisses :* 




Portal da Barra, Búzios, Brasil

Hey hey!

No fim de semana passado resolvi fazer algo diferente... kkk 
Brincadeirinha!

Resolvi manter a maratona de viagens em janeiro (desde que cheguei do Reveillon não fiquei um fim de semana aqui no Rio! que bom!) e parti para Búzios na sexta-feira decidida a descansar e recarregar as energias para a próxima semana!
Ah, mas Búzios de novo? o que você vai falar de novo, que a gente não conheça?
Pois bem,  esse findi foram de novidades para mim tá? Desde pequena vou para Búzios com meus pais, já curti os tempos áureos de rolezin na Rua das Pedras, nights dentro do Mix e Anaconda, até a chegada da majestosa Privi (que eu odeio, btw)...
Mas hoje em dia meu negócio é viajar, colocar o pé na areia, comer e beber bem e depois curtir um jantarzinho gostoso. #tômudada #tôvelha 

Cheguei sexta e sábado de manhã já estava acordadíssima para aproveitar as praias! Meu fim de semana foi perto de Ferradura (sábado) e Ferradurinha (domingo). Tenho paixão por praias como as duas, sem ondas, mar calmo e gente bonita #sqn. Búzios estava cheio, claro, afinal estamos falando do 5° destino mais procurado por gringos no Brasil (sabiam, sabiam? me-do!), mas nada demais...
Quando estava na Ferradurinha domingo, começou a cair a ficha de como serão os preços daqui pra frente, em anos de Copa e Olimpíadas por aqui... 
Ferradurinha é pequena, com muitas cadeiras de madeiras e ombrelones. Esse kit gostoso que te proporciona sombra e água fresca custa apenas a bagatela de R$60,00. Ok, se você pensar que pode dividir por 5, 6, 7 pessoas, nem fica tão caro assim né?
Mas peraê... E se você quiser levar sua própria cadeira e barraca? não pode, gente! Os barraqueiros ocupam to-da a pequena extensão de areia e você acaba se sujeitando a compactuar com esse preço abusivo! Fora o refrigerante a R$7,00 e o banheiro para não clientes a R$10,00. 
Louco muito louco.

Mas ok. Vamos para a parte boa desse post! :)

No domingo, após uma praia até as 18h, fomos comer no Portal da Barra, um centro gastronômico ali perto de Manguinhos. 
Apesar de sempre ir para Búzios nunca tinha ido nesse lugar. E olha, que surpresa boa! Me apaixonei!
Chegamos por volta das 18h e o pequeno centrinho estava bem cheio!
Restaurantes como Quadrucci e o bar Anexo (que eu só conhecia da Rua das Pedras) tem suas filiais por lá.
Cadeirinhas de madeira, puffs, muitos drinks de frente para o mar... Sim, você pode curtir tudo isso vendo o pôr dol sol maravilhoso! 

Escolhemos ir no Bar dos Pescadores, que uma amiga já tinha falado super bem... e não deu outra! Um dos melhores pastéis de camarão que já comi! Bate o do Bar Urca hein gente? Mini camarões recheiam o pastelzinho todo... e se você pedir uma pimentinha ainda, fica melhor! ;) 
O lugar é bem pé no chão com mesas e cadeiras de plástico, o que difere até um pouco dos seus vizinhos que são mais "chiquetosos"... juro que prefiro assim, você se sente mais a vontade, vai de biquini e tals. 

Para beber: Stella gelada! Mas há opções como Heineken, Skol e a cerveja artesanal Noi (mesma que tem no Boteco D.O.C, que falei num outro post!). 
Para comer após o pastel: uma moqueca de Namorado com camarões VM que estava de-li-ci-o-sa!
Juro, depois que voltei da Bahia ando numa fissura por frutos mar, peixe, enfim... Quando vi aquela moquequinha na mesa ao lado, não tive dúvidas que queria aquilo pra mim! hehehe #gordinhatensa
Pedimos 2 moquecas separadas (uma de peixe e a outra de camarão) e dividimos por 4 pessoas e mesmo assim sobrou tá? Vem super bem servido!
O preço do lugar é aquele de sempre... nem muito caro mas também não muito barato... Achei o preço "justo" pelo atendimento, comida e o lugar. De frente pra praia, garçons atenciosos e um tempero bem gostoso ;)
https://images-blogger-opensocial.googleusercontent.com/gadgets/proxy?url=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-yhruk63J7co%2FUuZoEJBCasI%2FAAAAAAAAAQs%2F3m1U36zoOfU%2Fs1600%2Ffoto%2B3%2B(2).JPG&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*
tomando um solzinho gostoso na Ferradurinha ;)

https://images-blogger-opensocial.googleusercontent.com/gadgets/proxy?url=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-0mBZZkdAt2Q%2FUuZoNf99DSI%2FAAAAAAAAAQ0%2FYSsz1GqRuf0%2Fs1600%2Ffoto%2B1%2B(1).JPG&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*
andando pelo Portal da Barra. Lindo né? 

https://images-blogger-opensocial.googleusercontent.com/gadgets/proxy?url=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-1OTUkcUmenA%2FUuZoPc46QMI%2FAAAAAAAAAQ8%2FUAnsopbtEGM%2Fs1600%2Ffoto%2B2%2B(2).JPG&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*
o sol indo embora em frente ao Bar dos Pescadores <3

Saímos de lá quase as 20h30 da noite, satisfeitos e felizes hehehe. Na volta, os outros lugares estavam bem cheios e me deu uma vontade imensa de esticar em um bom vinho no Quadrucci. Quem sabe quando eu voltar lá! 

Beijo!